4.6.09

O Arminho Dorme


"...Só faltava uma sepultura por abrir, e ninguém ali podia suspeitar de que a visão que os esperava, por mais que fosse breve como um suspiro, ficaria gravada para sempre no fundo de suas mentes.
Debaixo da laje de mármore, repousava intacto e aparentemente fresco o corpo de uma mocinha que parecia adormecida. Os cachos do cabelo louro, recolhidos numa onda ao redor do rosto de marfim, as feições suaves e perfeitamente desenhadas, os lábios rosados e doces… Tudo nela exalava uma naturalidade e uma calma que levava a duvidar de que realmente estivesse morta. Reforçava aquela imagem o sudário branco que envolvia o corpo e cobria inteiramente o cadáver desde o pescoço, como uma roupa ou uma colcha bem esticada, imaculada, em cima da cama.
Aos pés da moça adormecida, dormia outro corpo diminuto, branco, tão branco quanto o dela. Um arminho, talvez o mascote da jovem princesa, acompanhara sua dama na viagem à cova. Fora por vontade própria ou induzida? Impossível saber.
Embora as pessoas não tivessem ainda percebido, podia-se sentir uma fragrância deliciosa espalhando-se pelo ar..."



O Arminho Dorme é um livro sensível e muito bonito que vai sair este mês pela Edições SM.
A história acontece durante o Renascimento em Florença, mais precisamente na casa dos Médici, a célebre família de banqueiros e mecenas.

5 comentários:

Henrique disse...

Vou rasgar seda, mas... Que desenho sensacional! Transmite perfeitamente a idéia de pureza virginal do texto. E essa expressão serena, os reflexos azuis no rosto, os cachos louros, a textura do colete e da renda do punho... Se, como dizem, "o diabo mora nos detalhes", essa arte tá merecendo um capítulo inteiro escrito por Dante.

Obra de gênio, Alarca. Imagino que você tenha concluído a última pincelada, dado dois passos pra trás e soltado um "Parla!"

Preciso conferir as outras artes desse livro.

FERNANDO RAPOSO disse...

Oi Alarcão,
poderia me descrever a técnica de cores que usou para esta arte?

Abs!!!

Alarcão disse...

caros, obrigado pela visita.

A técnica do trabalho foi pastel sobre papel papel Canson Miteintes na cor cinza claro. O branco do arminho foi pintado com acrílica.

Chamar issso de obra de gênio foi uma boa piada, Henrique.

Gênio foi o Michelangelo, que esculpiu a Pietá aos 27 anos de idade!

Anônimo disse...

que coisa linda e delicada!!!!!
Vivi

Anônimo disse...

que coisa linda e delicada!!!!!
Vivi