27.7.09

De volta do NDesign de Olinda



De volta do Encontro Nacional de Estudantes de Design, o NDesign, mostro aqui umas aquarelinhas despretensiosas direto do sketchbook e também umas imagens que fiz durante o evento.

Aos 19 anos de idade, o "N" dá sinais de vitalidade e maturidade crescentes. Esta foi minha segunda ida ao encontro e já sinto que vou querer ir sempre. Conversando com alguns amigos, um deles, jurássico, me contou que já esteve em 11 NDesigns.



Parabéns aos jovens organizadores!
Foi maaaassa!!!


Originalmente o camping ficava naquele gramadão lá ao fundo, mas 3 dias de chuva torrencial fizeram a moçada compreender bem de perto a dor e a delícia que é a vida dos caranguejos. O jeito foi mudar para o estacionamento ali do lado.



Um rolezinho por Olinda é encontrar a cada passo um bom tema pra se pintar uma aquarela.



Parte da moçada que lotou o auditório da AESO se achegou para trocar umas idéias depois da palestra. Me pareceu que o povo curte mesmo llustração. (Huáhahá, tem um sujeito lá no alto à esquerda da foto que está chorando de emoção...)
Juro que cheguei a ficar preocupado com o cof-cof do auditório. Teria sido apenas uma gripe causada pelo fato de muitos estudantes terem dormido molhados em suas barracas? Com um baby de 3 meses em casa, eu não podia correr o risco de trazer de lembrança de Olinda uma gripezinha suína básica.




VROOOOMMMMMM! Voo rasante do avião do Romero Brito sobre o campo de refugiados das adversidades climáticas de Olinda. Bem que o Al Gore avisou que os dilúvios, furacões e epidemias seriam mais frequentes.

Embaixo está a aquarela que fiz ali no fortim , logo em frente à pousada. Muito sossegado, fiquei ali meia horinha curtindo a paisagem que outrora encantou os holandeses de Maurício de Nassau. Hoje, infelizmente, aquele litoral não é mais próprio para o banho.





Aí na página do sketchbook embaixo tem um causo rápido. Aham...
Vou aguardar os organizadores do N me enviarem por Sedex as garrafinhas de licor de banana que eu comprei em Olinda. Na volta para o Rio, escala de um voo para Buenos Aires, o raio-X do aeroporto de Recife fez uma limpa nas coisas que eu estava trazendo. "According to international flight regulations", tive que deixar pra trás até o meu inocente creminho de barba.



Durante o evento, separei um tempo para ler o texto da folha de São Paulo que seria publicado na segunda-feira. Abri o laptop ali mesmo no ponto de encontro do evento, e, em meio ao burburinho local, que incluía a muvuca de estudantes e o som de bandas sofríveis ao fundo, rabisquei a ilustração. Da primeira à última linha o artigo foi só marretada no Sarney. A frase "O Rei está Nu", no último parágrafo, junto com o título "Outono do Patriarca" formaram o conceito central do desenho".



Por falar em pelado, esta bela escultura é conhecida no Recife como "O Picão de Brennand".
Quem nunca ouviu falar de Brennand precisa conhecer este que é um dos nossos maiores artistas vivos!
Já falei desta admiração aqui antes.
Pude conhecer o velho pessoalmente e aquela foi uma aula master com uma lenda viva .




Aqui estou fiscalizando o vai-e-vem das ondas do mar e avaliando se elas estavam chocando-se corretamente contra o dique do marco zero.



Ah, Olinda e Recife, prometo que voltarei sempre.

8 comentários:

Lucas disse...

poxa, tava louco pra ir a esse N, nunca fui a nenhum =/

quem escreveu disse...

Sem dúvida a conversa -foi tão leve que não teve cara de palestra- com o Alarcão foi a melhor de todas! Para fechar o N com chave de ouro.
Que ele esteja no próximo.

geraldo roberto da silva disse...

Que beleza!belíssima aquarela!

Lúcia Russo disse...

Oi Alarcão,
Olinda, Recife, ahhh que cidades!
Brennand é gênio e a fábrica/oficina dele é passeio obrigatório e imperdível.
Soube hoje que vou ser sua aluna novamente durante a viagem da Suzanna, fiquei super contente, adoro suas aulas.
Grande abraço,
Lúia Russo

homoluddens disse...

excelentes registros de viagem.

gabi disse...

vi sua palestra e fiquei encantada mesmo. :)
lindos desenhos de viagem!
até o próximo n!

Fernanda disse...

Delícia de relato!

ds disse...

Eu estava tão ansioso pra ver as aquarelas q vc disse ter feito em Olinda... Obrigado por nos propiciar o deleite de aprecia-las aqui junto com suas impressões sobre a viagem.
Abração, Alarcão.
Assinado, Damião. :)