14.11.06

Regras e leis sobre o certo e o errado em arte

Vejam que interessante este raciocínio:
"É fascinante observar um artista esforçando-se por realizar o equilíbrio certo, mas se fôssemos perguntar por que fez isso ou aquilo, talvez ele não fosse capaz de nos explicar. O artista não obedece a qualquer regra fixa. Ele simplesmente pressente o caminho que deve seguir.
É verdade que alguns artistas ou críticos em certos períodos tentaram formular leis de sua arte, mas verificou-se sempre que artistas medíocres não conseguiam coisa alguma quando tentavam aplicar estas leis, ao passo que os grandes mestres podiam transgredi-las e, apesar disto, realizar uma nova espécie de harmonia que ninguém pensara antes."
Um outro sujeito, chamado Franz Weissman, disse algo no mesmo viés, só que em outras palavras:
"Sigo minha intuição e corrijo as imperfeições. Primeiro nasce a obra; a teoria vem depois."

Perceberam? Sem talento não há livro que dê jeito. Tem que botar a mão na massa.

5 comentários:

fargas disse...

Alarcão, se vc não fosse artista, seria médico.
Suas colocações são de uma precisão cirúrgica.
Apenas uma coisa me incomodou, neste texto em particular.
O termo talento.
Talento, em se tratando de arte, é igual à palavra amor, em se tratando de novela. Termos que foram sendo banalizados e, de certa forma, perderam o sentido.
O que é talento, afinal?

[ ]s

f A r g a s

Alarcão disse...

Talento pode ser o contrário de "tarrápido", heheh...
Sim, claro, porque o aprendizado nas artes requer um longo tempo de maturação, não é algo que rola da noite para o dia...

Henrique disse...

"Arte e Percepção Visual"? Já tô quase tendo convulsões só de ouvir falar nesse livro... É um dos que eu tô usando pra monografia :P

fargas disse...

Estava pensando, Alarcão.
Pode ser que, pra variar, eu tenha me expressado mal.
É que eu, particularmente, tenho certa resistência a conceitos como 'talento' e 'dom'. Acho que isso não é, nem de longe, o que importa mais. Prefiro pensar em esforço. dedicação. Sabe aquela máxima do Edson "genialidade é 2% de inspiração e 98% de transpiração"? Pois é...

[ ]s

fargas disse...

Opa, deixa eu corrigir o nome do sujeito aí de cima. Quem disse a tal frase foi Edison, Thomas Edison.