15.9.08

Ensaio sobre a cegueira

Quando morei fora do Brasil tive uma amiga querida como meu porto seguro, literalmente.

Eu era um jovem semi-caipira, nascido e criado na baixada fluminense (RJ) e que, num relance, viu-se aterrissando em Nova York para viver naquela metrópole por 4 anos.

Nicole e sua família me hospedaram por 45 dias até que conseguisse um lugar para morar. Sentia-me de fato como um autêntico membro dos Mandarano, paparicado e amado como tal. Aqueles ítalo-americanos são os meus maiores fãs, talvez mais até do que a minha própria família.

Conheci Nicole quando ela esteve no Brasil em um programa de intercâmbio do Rotary. Conversávamos então até altas madrugadas, e tornamo-nos amigos assim num estalo, coisa de destino mesmo.

Minha amiga é muito culta: viveu em Paris por 3 anos, morou em São Francisco, é super politizada (tem um blog bastante ativo nestas questões), formou-se em direito e trabalha como ativista social (graças a ela pude trabalhar em uma ONG em New Jersey, desenvolvendo murais com grupos de adolescentes infratores), vai regularmente a museus, gosta de filmes-cabeça, lê biografias de artistas contemporâneos como Joseph Cornell e é particularmente apaixonada pela obra de Balthus (pintor francês cujo centenário é celebrado este ano). Sobre Balthus, diria que sua paixão possui contornos quase obssessivos. Tanto que um dia ela convenceu um guarda do Metropolitan museum a levá-la para ver os quadros de Balthus cuidadosamente guardados na reserva técnica no subsolo do museu. Segundo me contou depois, chegou a ter tremeliques de êxtase ao se aproximar dos Balthus.

Nicole nasceu sem a visão no olho esquerdo, mas isso nunca foi problema. Até dois dias atrás.

"...descobri ontem que tenho degeneração macular no meu olho direito, o que leva à perda da visão.", disse ela num e-mail. "Ontem fui submetida à uma cirurgia de emergência para "tapar" um buraco na minha retina, mas o problema é gradual. Como você deve se lembrar, eu não tenho a visão no meu olho esquerdo. Estou me mantendo positiva, mas ainda bastante preocupada em relação ao futuro..."

Nicole faz aniversário este mês. Vou enviar para ela umas gravuras.

2 comentários:

Ygor Marotta disse...

arrepiou...
desejo boa sorte a ela.

FaNa disse...

minha mãe tem um problema na retina, sério... nas duas vistas!
precisou operar o lado direito, de emergência, para "conter" o buraco na mácula.... depois teve que operar novamente...
está bem hoje em dia... mas terá que operar o lado esquerdo também, pelo mesmo motivo...

a cirurgia acelera a catarata...

e não garante a visão... apenas "retarda" o problema...

é terrível... :(