18.1.08

Estúdio dos Sonhos


Peter Kuper, ilustrador extraordinário, desenhou aqui o seu "dream studio". Para um novaiorquinho a proposta tá de bom tamanho, bem urbanófila e tal.

Já que ainda não nos cobram impostos para sonhar, eu preferiria um estúdio com pé direito alto, clarabóia, uma bela biblioteca no mezanino, piso de cerâmica Brennand, e um quintal (sim, é uma casa) com grandes pedras, folhas e flores. Talvez uma mangueira com um balanço para arejar as idéias. Tudo bem a cara de um virginiano pé-no-chão.
Qualquer dia desenho isso para focar melhor esta visão.

3 comentários:

Augusto disse...

Não gostei muito desse estudio dos sonhos não. Kuper deixou pouco espaço para matériais do estudio como mesa, prancheta, cavalete,que estão lá no fundo e concentrou mais em moveis, tv, etc...Não tem computador também.
O meu seria diferente : )
abraço

Flávio disse...

Alarcao, este negocio de Estudio do Sonhos e' fonte de conversa inesgotável...
Meu sonho de consumo neste assunto ainda e' o atelier do Nick Nolte no filme Contos de Nova York (a primeira história do filme). Vc viu? Ele faz um pintor apaixonado pela sua ajudante, e trabalha num loft, becanézimo, com um pe' direito tao grande que devia ser chamado de perna direita. O espaco é bacana demais. Principalmente para pintores bagunceiros e sujões como eu...Pena que BH nao tenha uns espacos assim.

abs

Fargas

almanaque disse...

Na minha casa desejo ter
Uma mulher que imponha a sua razão
Um gato passeando por entre os livros
E porque sem eles não posso viver
Amigos seja qual for a estação

(Guillaume Appolinaire - e eu assino embaixo)