26.7.11

Brasília e o Ciclo de oficinas de ilustração

Estivemos em Brasília para a segunda etapa do ciclo de oficinas de ilustração promovidas pela Caixa Cultural. Esta grande iniciativa  é mais um projeto de sucesso da Mandacaru Design que leva a nossa arte gratuitamente para o público.  


(É rapaz, eu sempre digo que as melhores coisas da vida são de graça...)


As fotos do meu curso teórico de ilustração estão no ar para quem quiser conferir se eu pareço mesmo com o Steve Jobs.




Vale contar que tudo isso começou alguns anos antes, com uma grande exposição itinerante realizada pela Editora Abril, que passou por diversas capitais brasileiras.  O projeto, chamava-se "Ilustrando em Revista", e levou a arte da ilustração para um público de mais de 90 mil pessoas. Foram mais de 500 artistas representados por mais de 700 obras originais, e quem cuidou daquele projeto foi justamente a Bebel Abreu (hoje uma das cabeças da Mandacaru). Ela conta com orgulho que, por todos os centros culturais por onde passou, aquela exposição bateu recordes de público. Foi durante a experiência do "Ilustrando" que Bebel foi fisgada pelo anzol da ilustração, tornando-se não somente amiga de vários artistas,  mas principalmente uma das mais importantes e articuladas divulgadoras da nossa atividade. Fica aqui meu obrigado à ela em nome de todos os ilustradores.


Através da Mandacaru Design, diversos projetos relacionados às artes visuais têm encontrado patrocínios através de editais públicos. Se você tem uma grande ideia, pode ser uma boa buscar a consultoria das meninas Bebel e Mana. 



Curti muito essa foto minha aí em cima (do Raoni Maddalena) onde minha sombra está interagindo com uma arte do Brad Holland. Foi tirada durante a palestra sobre ilustração conceitual e metáforas visuais.

6 comentários:

André Zottich disse...

Alarcão.

Foi muito importante ter participado da sua palestra.

Mas acho que além do conhecimento, durante as horas no auditório, aprendi a admirar o artista por trás daquelas belas ilustrações durante o almoço.

Você ganhou um grande fã aquele dia. Aprendi muito.

Mesmo que indiretamente, ali, ganhei mais um mestre.

Obrigado pelas palavras de incentivo e pelo desenho no meu moleskine.

Abraços.


André Zottich.

Alarcão disse...

Caro André,
Obrigado pela visita ao meu blog. De vez em quano aparece alguém aqui e espanta as moscas, hehe.
O almoço em Brasília tava arretado de bão: carne de sol, farofinha de linguiça e ovo, suco de cajá... Só faltou calango no espeto.
Mas teve a prosa, que é a parte mais divertida. Quando vier ao Rio avise e a gente combina alguma coisa (cuidado quando o carioca falar isso!)

André Zottich disse...

Com certeza irei ao RJ. Minha família é toda daí. E agora tem o Feijão Ilustrado que é um bom pretexto para uma ida à praia.


Grande Abraço.

André Zottich
www.andrezottich.com

Timo Cunha disse...

Infelizmente eu perdi!

Como o Zotich falou virei um grande fã!
Eu participei daquela palestra na Aliança Francesa de Brasília e me imprssionei com a qualidade da arte, mas acima de tudo, do pensamento! Arte é de dentro pra fora, o processo não é e nem deve ser inverso.

Sábado eu vi o cartaz da palestra na Caixa, mas infelizmente já havia passado a data...

Enfim, fico só no gostinho, e na espera por uma próxima oportunidade

Abraço
Timo

Jonas Santos disse...

q animal essa ilustra cara, mto bom, bela idéia!
abç

Luciano disse...

você já deu as caras aqui pelas bandas do ES, alarcão?
não me diga que eu perdi uma oportunidade dessas...