15.3.10

A viagem de Roberto ao topo


"Roberto's Trip to the top" é o nome do livro infantil que fiz para a editora Candlewick, dos EUA. 

A história conta o dia em que o menino Roberto vai conhecer o topo da montanha El Avila em companhia do seu tio.

Mostro aqui dois rafes a lápis para uma das passagens do livro. É o momento em que Roberto distrai-se e perde sua câmera. A versão de cima não foi aprovada e, por isso a refiz em outro ângulo. Ainda acho que a primeira era melhor.

Já vivi exatamente a mesma situação aos 20 anos de idade. Estava acampado no Parque Nacional do Ibitipoca, em Minas, e batia fotos de tudo com minha Nikon F2, uma maravilha que herdei do meu avô Altamiro. Ela tinha um flash enorme que encaixava num trilho em cima. Atrapalhava mas no conjunto ficava mais bonito, mais volumoso.

Com aquela F2 eu me sentia o próprio explorador da National Geographic, caminhando no tempo nublado, com botas que cobriam os tornozelos... Até o colete eu usava!

Totalmente integrado ao personagem, quis então um ângulo ousado para fotografar um desfiladeiro pedregoso que descia afunilando-se uns 18 metros até terminar lá embaixo numa corredeira estreita. 

O Flash correu no trilho e quicou somente 3 vezes até sumir na espuma branca. 

Não gosto nem de pensar no que poderia ter me acontecido.

O menino Roberto do livro, por ter perdido sua câmera, acabou guardando todos os momentos do passeio na sua memória.

Um comentário:

marcelo disse...

Pôxa, Renato, sua produção tá vertiginosa!
Altamente estimulante.
abs