12.2.09

Austrália em chamas


Tenho me correspondido com um "Alarcão" que vive na Austrália. Ele me encontrou pelo Google numa pesquisa com nosso sobrenome. Parou no meu site e temos trocado e-mails desde então. Esta foto aí foi ele que enviou (desconheço o autor), junto com as palavras abaixo:

"...Já sao mais de 350,000 hectares queimados. O numero de mortos ja chegou a 182 e continua subindo, centenas de pessoas ficaram gravemente feridas e mais de 750 casas totalmente destruidas. Milhares de animais foram mortos e outra grande quantidade esta ferida. Os hospitais de Melbourne estao trabalhando na capacidade maxima para tratar dos feridos com queimaduras."

"Cidadezinhas historicas que antes eram recantos de turistas, parece que foram bombardeadas e tudo foi destruido."

"Muita gente perdeu toda ou parte da familia, e quase todos que foram atingidos pelo fogo ficaram apenas com a roupa do corpo, o resto tudo foi queimado. Dezenas de pessoas continuam desaparecidas."

"Uma coisa que o Australiano tem muito forte eh o amor pelos animais. Eh impressionante, e isso eh desde que eles sao criancas.
Nao importa se eh um Koala, uma cobra ou uma aranha. Eles se preocupam com todos e tentam preservar o maximo possivel.
Eh muito interessante essa naturalidade que eles tem com os animais e a natureza."

Um comentário:

Mauricio Negro disse...

Tocante isso, Alarcão. O brasileiro em geral ainda lida mal com as relações que estabelece com o seu entorno, seja em ambiente natural ou urbano. Podemos ajudar como formadores de opinião nesse sentido, artistas que somos. Acrescentei o seu delicioso "Alacrônicas" à minha lista negra. Abraços!